Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

8withpleasure

Partilhar a paixão que tenho pela Gastronomia. Através de experiências, dicas, opiniões, histórias e curiosidades...

8withpleasure

Partilhar a paixão que tenho pela Gastronomia. Através de experiências, dicas, opiniões, histórias e curiosidades...

13.Fev.18

Ásia - Coreia, os 4 pilares da gastronomia

Para se começar a entender de que forma a cozinha Coreana se distingue de outras cozinhas asiáticas é necessário saber quais as bases em que assenta a sua gastronomia e quais é que são aqueles alimentos que estão presentes em à mesa de qualquer Coreano!

 

Sendo assim, depois de ter conhecido e vivido com um Coreano e depois de uma viagem de 2 semanas à Coreia, estes são na minha opinião os 4 pilares mais importantes da cultura gastronómica Coreana:

 

1 - Arroz: O arroz está para a gastronomia coreana como o pão está para a gastronomia portuguesa, presente em praticamente todas as refeições, inclusive ao pequeno almoço. A grande diferença é que o arroz consumido é ligeiramente diferente do nosso devido à forma como é preparado. O produto final apresenta uma consistencia pegajosa, os grãos de arroz ficam "colados" e não é utilizado sal na confeção. Para tal são utilizadas as famosas rice cooker presentes em qualquer casa coreana. 

*se quiserem experimentar fazer o arroz assim sem uma rice cooker, basta deixarem-no cozer até que toda a água evapore e o arroz seque por completo, cuidado para não queimarem o tacho.

Captura de ecrã 2018-02-12, às 11.36.11.png

(https://www.maangchi.com/recipe/rice)

 

2 - Kimchi: Considerado o prato nacional da Coreia, é um dos mais antigos e mais essenciais na sua cozinha, tal como o arroz também é rara a ocasião em que não vem para a mesa. O ingrediente principal é a couve chinesa ou o rabanete, há mais de 150 tipos de kimchi mas os mais populares são feitos a partir destes 2 vegetais. A couve passa assim por um processo de fermentação juntamente com outros ingredientes (alho, gengibre, cebola, molho de soja, molho de peixe, vinagre de arroz, etc). O gosto final é intenso, com uma mistura complexa de especiarias, acidez, picante (muitas das vezes) e digamos que não é algo fácil de apreciar num primeiro contacto. 

O papel do kimchi é mais o de um side dish (banchan), pois pela sua riqueza de sabores especiados e pela acidez, ajuda a cortar muitos dos pratos mais pesados e a refrescar o palato. Dificilmente é consumido individualmente ou como ingrediente principal. Pensem no kimchi como a nossa salada.

Captura de ecrã 2018-02-12, às 11.29.45.png

 (https://www.thespruce.com/korean-sriracha-kimchi-recipe-2118867)

 

3 - Banchan: Já referido no ponto anterior, banchan refere-se a um conjunto de side diches servido em quase todo o tipo de refeições. Não me lembro de nenhum restaurante que não me trouxesse banchan para a mesa. Seja carne, peixe, noodles, arroz, vem sempre! É quase como o nosso couvert de pão, azeitonas e manteiga. E basicamente são pequenos pratos que podem conter kimchi (99% das vezes), rabanete (muitas variedades), cebola, dentes de alho, molhos mais espessos. A quantidade e variedade de banchan vai variando dependendo daquilo que é o prato principal, mas mesmo em centros comercias ou estações de serviço onde a comida é servida em tabuleiros e consumida em zonas comuns, os banchan marcam presença.

Durante a refeição vamos picando estes pequenos pratos, ora para os juntar ao que estamos a consumir como prato principal ora para ir cortando o palato durante a refeição. 

IMG_20180130_205114.jpg

 

4 - Soju: E como não só de comida se compõe uma mesa Coreana, tinha de haver uma bebida para fazer o pairing. Soju é um destilado de arroz (embora também possa ser obtido de outros cereais como batata doce) com uma percentagem de 20% - 24% de álcool. Eu definiria o sabor do soju como um vodka bem mais suave, e por incrível que pareça é consumido por muitos de forma pura ao longo da refeição, em copos de shot. Outra forma muito popular de consumir o soju é mistura-lo com cerveja (Somac).

E acreditem, não há restaurante que vocês visitem em que não vejam soju presente na maioria das mesas, também nos bares e convivios fora das refeições é consumido.

Captura de ecrã 2018-02-12, às 11.26.49.png

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.