Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

8withpleasure

Partilhar a paixão que tenho pela Gastronomia. Através de experiências, dicas, opiniões, histórias e curiosidades...

8withpleasure

Partilhar a paixão que tenho pela Gastronomia. Através de experiências, dicas, opiniões, histórias e curiosidades...

31.Jul.16

Ser foodie está na moda!

A comida está na moda e ser foodie também. Hoje em dia todos nós gostamos de ir a restaurantes, tirar fotos à comida e mostrar ao mundo que o fazemos. Mas ser foodie não é só isso! Ser foodie é muito mais do que isso...

foodie.jpg

 Ser foodie não é só saber apreciar comida, é também saber cozinhar, saber questionar e pesquisar. Ser foodie é aproveitar qualquer refeição (pequeno almoço, almoço, lanche ou jantar) para fazer a melhor refeição possível, é acordar mais cedo para preparar um bom pequeno almoço, é querer saber a origem dos pratos, dos alimentos, onde e como foram criados, é ter na cabeceira um livro de gastronomia.

 

Ser foodie é ir a um restaurante e ficar desiludido porque a mesa não é a melhor ou, por qualquer outra razão, algo prejudicou uma experiência que podia ter sido única e não foi, é ir ao restaurante mais caro, mas também ao mais barato.

 

Ser foodie é ter vontade de partilhar novas descobertas gastronómicas, é querer saber onde se comem as melhores pizzas, o melhor bife, a melhor paella, o melhor marisco, a melhor francesinha, o melhor sushi.

 

Ser foodie é querer viajar só pela gastronomia local e a descoberta de novos sabores, é acabar de almoçar e já estar a pensar no que se vai jantar, é ir a um supermercado e demorar o dobro do tempo porque queremos ver tudo o que há!

 

No fundo, ser foodie é um modo diferente de estar na vida, é compreender que é através da comida que partilhamos as nossas raízes e cultura e conhecemos a cultura de outros. É saber que quando nos sentamos à mesa rodeados daqueles que mais gostamos, partilhamos momentos únicos e que nos ficam na memória, seja porque a comida estava boa, ou porque o vinho nos fez ficar à conversa durante horas a fio sem nos apercebermos que, afinal tudo aconteceu por uma única razão: a alimentação é fundamental para a manutenção da vida.